Sem categoria

Elisângela compartilha homenagem com mulheres que nas duras jornadas ainda são invisíveis à sociedade

Por em 26/03/2018

Representando a agricultura familiar, as lutas em defesa dos direitos dos povos do campo, especialmente das mulheres agricultoras e trabalhadoras rurais, Elisângela Araújo, diretora executiva da CUT Nacional, também coordenadora do Fórum baiano da Agricultura Familiar e CONTRAF BRASIL, que tem uma trajetória marcada pela militância em defesa das políticas de desenvolvimento, foi uma das homenageadas na Assembleia Legislativa da Bahia na manhã desta segunda-feira 26.03, na sessão especial ‘Março Mulher – Marielle Franco Presente!’, promovida pela Comissão dos Direitos da Mulher.

A atividade marca o final do mês de março com tributo a vereadora Marielle Franco, assassinada à tiros no Rio Janeiro. Além dela, a ex-presidenta Dilma Rousseff, a jornalista e humorista de stand up comedy Maíra Azevedo, conhecida como “Tia Má” e a promotora de Justiça Ediene Lousado, são destaques na sessão.

Das mãos da deputada Neusa Cadore, Elisângela recebeu flores e disse que reconhece sua luta, referindo-se ao grande desafio de ocupar os espaços de decisão política, onde as batalhas por políticas públicas são travadas. “Essa mulher do semiárido, vinda de família de agricultores, desde pequena sempre acreditou na importância da luta do povo pelo direito à terra. Neste momento de golpe, muitas conquistas que foram alcançadas, mas que estão sendo tiradas por conta de um Congresso que sustenta as intervenções de um presidente do qual não elegemos. O Brasil só pode avançar se tivermos na política pessoas que nos representem, mulheres que lutam pelas mulheres. Elisângela, você me orgulha!”, disse Neusa Cadore.

Das 26 mulheres que estavam sendo homenageadas na sessão especial do mês de março, representando vários segmentos da sociedade civil que trabalham no fortalecimento e empoderamento feminino, Elisângela Araújo além de representar o campo, também falou em nome das mulheres de Feira de Santana.

Na tribuna, Elisângela saudou todas a mulheres e dedicou a homenagem principalmente as mulheres que acordam todos os dias, nas suas jornadas, mas que são invisíveis aos olhos machistas da sociedade. “Estou muito feliz em compartilhar essa homenagem com todas vocês. Hoje, pensei em minha mãe, que foi agricultora familiar e não está mais entre nós, como ela quero dedicar essa homenagem a todas as mulheres que estão na lida, trabalhando dia a dia no campo e na cidade. Quero dedicar também, a todas as lideranças dos movimentos feministas, as mulheres vítimas de violência que não são amparadas, em sua maioria, pela justiça. Dedico essa homenagem a força das mulheres! Aproveito, na presença das parlamentares, para dizer que vocês me representam e estou na luta inspirada por vocês. Neste cenário de golpe e retrocessos, com perdas de direito, essa sessão nos traz força e inspiração para que sigamos juntas e unidas na luta por igualdade, oportunidade, autonomia e liberdade. Viva as mulheres baianas!”.

Pré-candidata à deputada federal, é a única mulher que saí na disputa pelo Partido dos Trabalhadores no Estado. Dentre suas bandeiras de luta a Mulher é um dos principais projetos políticos, no sentido de viabilizar programas e políticas públicas que diminuam a desigualdade entre homens e mulheres nas relações de trabalho e renda, no combate a violência, ampliar seus direitos, criar mecanismos que atendam a saúde da mulher incluindo especificidades, e ampliar nos espaços de participação, construção e decisão política a representatividade da mulher.

 

Por: Patrícia Costa

TAGS
PUBLICAÇÕES RELACIONADAS

COMENTE

Elisângela Araújo
Bahia, BR

Agricultora familiar e diretora executiva da CUT Nacional e coord. da CONTRAF BRASIL e do Fórum Baiano da Agricultura Familiar participa de atividades em defesa da classe trabalhadora e por políticas públicas que tragam a vida digna para o campo.

Facebook
Facebook By Weblizar Powered By Weblizar