Sem categoria

Garantir o direito à terra aos povos tradicionais foi nosso debate em Riacho de Santana

Por em 11/05/2018

No território do Velho Chico, na Bahia, visitamos o município de Riacho de Santana. Nossa roda de conversa foi com os agricultores e agricultoras familiares do Sintraf, lideranças comunitárias, na presença da vereadora Dona Vera (PT) e Joaquim Santos da Coordenação de Agricultura Familiar de Serra Geral (CAF).

A localidade tem uma forte presença dos povos tradicionais. Das certificadas em todo o território do Velho Chico, a maioria se encontra em Bom Jesus da Lapa e Riacho de Santana, nessa identificamos sete: Mata do Sapé; Paus Pretos; Rio do Tanque; Sambaíba; Brejo de São José / São José; Capão das Gamelas e Quilombo.

Ainda, a atividade agropecuária em Riacho Santana é marcante e teve a maior participação relativa na criação de bovinos no território, com 12,1%.

Diante deste cenário, nossa pauta abordou as políticas públicas para fomentarmos a agricultura familiar e das lutas que devemos travar para preservar e garantir aos povos tradicionais o seu direito à terra.

TAGS
PUBLICAÇÕES RELACIONADAS

COMENTE

Elisângela Araújo
Bahia, BR

Agricultora familiar e diretora executiva da CUT Nacional e coord. da CONTRAF BRASIL e do Fórum Baiano da Agricultura Familiar participa de atividades em defesa da classe trabalhadora e por políticas públicas que tragam a vida digna para o campo.

Facebook
Facebook By Weblizar Powered By Weblizar